6 de abril de 1772: Após 74 anos, russos podem ter barba

Na Rússia, houve imposto sobre barba

Que a Rússia é um pais enorme, com pés em dois continentes, o europeu e o asiático, isto todo mundo sabe. Até já vimos que existiu uma “Rússia americana” em outro episódio do Gabinete de Curiosidades. Também é sabido que o império teve grandes chefes, que fizeram da Rússia uma potência ao longo dos séculos e até hoje.

E é justamente com dois dos maiores que começa e termina a história de hoje: a do imposto sobre barbas. Pedro, o Grande, viajou à Europa no fim do século XVII. Tinha 26 anos, e foi o primeiro Imperador russo a viajar pelo continente que dominava o mundo.

Deslumbrou-se com as modernidades de Paris, Londres ou Berlim. E quando voltou em casa, iniciou várias reformas destinadas a dar um salto num país ainda muito agrícola. Uma das medidas mais difícil, porque muito simbólica, foi mudar a aparência dos nobres russos.

A barba representava o poder. Maior o apêndice piloso, maior a importância. Isto não era uma particularidade russa: asiáticos e europeus também passaram por esta transformação. E a primeira “guerra contra as barbas” foi no século XVI na Inglaterra com o rei Henrique VIII.

Mas neste 6 de abril de 2021, os Cabeças da Notícia contam como foi o imposto das barbas na Rússia, que terminou em 6 de abril de 1772, abolido pela Catarina a Grande >