9 de abril de 1483: o mistério dos príncipes da Torre de Londres

Os dois filhos do rei Eduardo IV

Estamos no fim da Idade Média. Espanhóis e portugueses dominam os mares, porque são excelentes navegadores. Ingleses não ficam longe atrás, tão acostumados a usar barcos como meio de transporte. Uma das vantagens de morar num ilha. Mas enquanto os latinos procuram novos caminhos e novos espaços, a briga pela coroa do Reino Unido concentra todas as atenções em Londres.

Eduardo IV acaba de falecer. Subitamente. Ele mostrou bravura no campo de batalha na chamada “Guerra das Rosas”, esta disputa entre as casas York e Lancaster, que serviu de referência histórica para o seriado Game of Thrones. Até hoje há dúvidas sobre a morte dele. Suspeições de envenenamento não faltam.

Filhos não faltam. São oito vivos. Mas só dois são meninos. E a coroa (ainda) não é dada às meninas, será mais tarde na história. Eduardo tem 13 anos, Ricardo 10. Logicamente, o mais velho se torna rei. “Rei morto, rei posto”. Só que vai ter passar por um período de regência antes de realmente poder assumir o trono.

E aí que os Lancaster vão encontrar um meio de se vingar desses York. Como? Os Cabeças da Notícia de 9 de abril de 2021 te contam…