Zé do Cerrado: Ícone da cultura nordestina do DF é da Rádio Metrópoles

Começar o dia sintonizado no programa Forrozeia Brasil da RÁDIO METRÓPOLES é ter a certeza de um dia pra lá de animado. Não há um ouvinte que não se identifique com uma programação bem nordestina, com muita música, enquetes e informações sobre o trânsito.

Em meio a uma variedade de ritmos do forró tocado em todas as manhãs, destaca-se o forró pé de serra, o swingado, a vaquejada, a pisadinha, e não poderia faltar, o embolador de coco, o repente, o cordel e poemas. E por trás de tanta animação assim há uma inspiração do radialista, poeta e cordelista Manoel de Sousa Rodrigues, o famoso Zé do Cerrado.

Nascido em Piancó, na Paraíba, o apresentador de 56 anos, sendo 20 anos de rádio e de histórias para contar onde 70% dos moradores são de fora, Zé do Cerrado com seu chocalho e os personagens Cirrose e a Velha lidera um dos programas de maior audiência do rádio em Brasília.

Estamos falando do Forrozeia Brasil que vai ao ar de segunda a sexta às 5h da manhã, e aos domingos às 7h na RÁDIO METRÓPOLES. Um programa cheio de alegria e bom humor onde permite que o ouvinte participe através do Whatsapp 9 8220-1041 para responder enquetes ou até mesmo pedir músicas e concorrer a prêmios.

“Eu sou muito feliz e agradecido por fazer parte dessa grande família metrópoles onde me sinto em casa, muito a vontade de trazer o nordeste em carne e alma para os ouvidos de milhões de brasilienses, que Deus abençoe a todos!”, disse o apresentador.

Já na Casa do Cantador, situada em Ceilândia, maior região administrativa do Distrito Federal, ele gerencia um espaço ícone da poesia e do cordel, lugar onde grandes artistas da cultura nordestina se apresentam e expõem a sua culinária, além de oficinas de música e inclusão digital.