Solidariedade: Foco da SEDES, afirma Mayara Noronha à Rádio Metrópoles

 

Nomeada como Secretária de Desenvolvimento Social em abril de 2020, a primeira-dama do Distrito Federal Mayara Noronha Rocha, 33 anos, comemorou um ano de gestão em entrevista aos Cabeças da Notícia, na Rádio Metrópoles. À frente da SEDES-DF, ela mostra um trabalho que vem sendo feito à população em situação de vulnerabilidade, grande foco da Secretaria.

“Não deveria ter entrado, mas já que entrei vou fazer o meu melhor”, é a frase que Mayara Noronha disse ao ser nomeada para desenvolver um papel muito importante no governo do Distrito Federal. Ela contou aos Cabeças da Noticia, que tem algumas inspirações como primeira-dama, além de Michelle Obama,  citou os nomes da ex-primeira-dama Weslian Roriz, viúva do ex governador Joaquim Roriz e da atual ministra do Governo Federal, Flávia Arruda, ex-primeira-dama no governo de seu esposo José Roberto Arruda.

Sobre os projetos da secretaria ela explicou um pouco de cada um: O solidariedade salva: um projeto que vem acontecendo no ato da vacinação,  a população leva um quilo de alimento não perecível; As  Casas de passagens, que são unidades de acolhimento, uma exigência da política de  assistência social brasileira, uma moradia digna para moradores de rua  e contou ainda que tem uma equipe  de abordagem que analisa quem realmente precisa e quem realmente mora nas ruas.

Dentre algumas perguntas de ouvintes, Mayara, foi bem solicita em responder frisando as dificuldades e desafios que a Secretaria ainda enfrenta por causa da pandemia, como por exemplo, o atendimento no CRAS, ainda questionado pela demora, o agendamento foi a opção encontrada para não haver aglomeração já que a  demanda aumentou.

Sobre a vida pessoal, a Secretária deu poucos detalhes, citou que a aproximação com o governador se deu pela admiração que tem por ele e pelo trabalho dele como advogado, mas afirmou que não se entrega com relação às críticas, por ser esposa do governador que poderia não dar conta do serviço, principalmente com a oposição que sempre está observando o seu trabalho junto à Secretaria.

A Secretária finalizou a entrevista com um pedido super especial “como podemos ajudar as pessoas de rua?” E convidou os ouvintes para conhecer as casas de passagem pelo site da SEDES, sedes.df.gov.br e pelo instagram da SEDES @sedes_df e ganhou uma super paródia do músico e parodista Apagão Maluco.

Confira abaixo a entrevista na íntegra.